banner-meus-ynvestimentos

Letra de Cambio

letra de cambio

letra de cambio

1. O que é?

Letra de câmbio é um instrumento de captação tradicional usado pelas financeiras (sociedade de crédito, financiamento e investimento) para captar recursos no mercado e emprestar a seus clientes. As letras de câmbio têm as mesmas características de um CDB, só que em vez de ser um título de crédito do banco, quem emite é uma financeira. A diferença é que as letras devem, obrigatoriamente, ser lastreadas em uma operação de financiamento de compra de bens ou serviços. Elas só podem ser emitidas com base em uma transação comercial.

Uma vez que as financeiras têm menor porte do que os grandes bancos, aumentando assim o risco do papel, as taxas de remuneração das letras de câmbio, geralmente, são mais agressivas, superando muitas vezes as taxas dos CDBs e até mesmo dos títulos públicos. As letras de câmbio tem liquidez diária, e muitas vezes, podem ser resgatadas antes do prazo final de aplicação. Os valores mínimos de aplicação variam de acordo com cada instituição financeira, mas é possível achar valores mínimo de R$ 100, tornando, assim, o investimento possível para o pequeno poupador.

As letras de câmbio já foram mais populares no passado. Na década de 80, algumas financeiras quebraram, deixando na mão 35 mil investidores e um rombo equivalente a R$ 250 milhões no sistema financeiro. Embora esses acontecimentos sejam parte do passado, as letras de câmbio foram esquecidas, e embora estejam voltando a serem negociadas, ainda são pouco conhecidas, entretanto, trata-se de um investimento seguro nos dias de hoje, pois são garantidas pelo fundo garantidor de crédito em até R$ 250 mil por conta.


2. Rentabilidade

As taxas podem ser prefixadas, pós-fixadas ou flutuantes e podem ter mais de uma base de remuneração, desde que prevaleça a mais vantajosa para o cliente. Geralmente, as letras de câmbio estão atreladas a remuneração do CDI. Geralmente, as financeiras remuneram as letras de câmbio em 100% do CDI ou algo acima disso, dependendo sempre do prazo de aplicação e do montante aplicado.

Se você resgatar a letra de câmbio antes de 30 dias, caso seja possível, sofrerá incidência de IOF pela tabela regressiva, afetando de forma negativa a rentabilidade. Outra forma que afeta a rentabilidade de forma negativa é o pagamento de IR, que infelizmente somos obrigados a pagar e é retido na fonte.

letra de cambio


3. Riscos

O maior risco está associado à solidez da instituição, ou seja, caso a financeira quebre você pode não receber aquilo que aplicou. Porém, a aplicação é garantida até o limite de R$ 250.000,00 por conta pelo fundo garantidor de crédito (FGC), quando realizados em uma instituição associada ao FGC. Para mitigar o risco, vale a pena observar o histórico da financeira e alguns dados, como, por exemplo, quantas vezes a carteira de crédito da empresa é maior em relação aos seus compromissos e qual o tamanho do patrimônio.

Outro risco que está associado as letras de câmbio é se a rentabilidade for menor do que a inflação no período de aplicação, perdendo assim poder de compra.


letra de cambio

4. Tributação

Existem 2 tipos de tributação ao aplicar em letras de câmbio:

1. Imposto de renda: A tributação do imposto de renda é decrescente em função do prazo da aplicação:

Letras de Câmbio

  • Aplicações de até 180 dias: 22,5% (somente sobre os rendimentos)
  • Aplicações de 181 a 360 dias: 20% (somente sobre os rendimentos)
  • Aplicações de 361 a 720 dias: 17,5% (somente sobre os rendimentos)
  • Aplicações acima de 720 dias: 15% (somente sobre os rendimentos)

2. IOF: Para prazos inferiores a 30 (trinta) dias, incidirá o IOF (imposto sobre operações financeiras), conforme tabela regressiva abaixo:

Número dias corridos da aplicação Limite tributáveis do rendimento (%)
1 96
2 93
3 90
4 86
5 83
6 80
7 76
8 73
9 70
10 66
11 63
12 60
13 56
14 53
15 50
16 46
17 43
18 40
19 36
20 33
21 30
22 26
23 23
24 20
25 16
26 13
27 10
28 6
29 3
30 0

Letras de Câmbio

Você não precisa se preocupar com o pagamento dos impostos, pois a própria instituição financeira recolhe para o fisco a parte que lhe é devida. No vencimento da letra de câmbio, você recebe o rendimento bruto obtido no período descontado o imposto de renda.

Outra tributação que pode incidir sobre a aplicação em letras de câmbio é alguma taxa que a instituição financeira possa cobrar de você. Geralmente, as financeiras não cobram nenhuma taxa para esse tipo de aplicação. Portanto, fique atento se há cobrança dessas taxas, e caso se houver, melhor pesquisar em outras instituições financeiras.


5. Como funciona

As letras de câmbio são negociadas com as instituições financeiras. Para se investir, basta achar uma instituição financeira de confiança, e abrir uma conta (isso pode ser feito online). Então, basta escolher o prazo de aplicação, a taxa de remuneração, se vai ser prefixada ou pós fixada e transferir o dinheiro para a financeira. É possível consultar o saldo da aplicação, remunerado diariamente, no próprio site da instituição. Procure instituições financeiras que não cobrem nenhuma taxa para se investir nas letras de câmbio, e pesquise bem sobre a remuneração e escolha a que tiver a maior taxa (desde que a instituição seja de confiança e apresente um baixo risco).

Letras de Câmbio


6. Tipos

Embora existam letras de câmbio que tenham taxas de remuneração que acompanhem a inflação, é mais comum encontrar letras de câmbio onde a taxa de remuneração seja o CDI. Geralmente, as letras de câmbio são remuneradas a uma taxa do CDI, que quase sempre ultrapassam 100% do CDI.


7. Vantagens

  • Possuem liquidez diária;
  • Rende mais do que a poupança e mais do que alguns CDBs de bancos grandes;
  • Podem ser resgatados antes do prazo de vencimento;
  • Possui garantia pelo FGC – Fundo garantidor de crédito de até 250 mil reais por conta;
  • A quantia para iniciar uma aplicação em letras de câmbio é baixa: a partir de 100 reais.

letra de cambio


8. Desvantagens

  • Para terem uma rentabilidade boa, requerem um prazo de investimento acima de 1 ano;
  • Pagamento de IR;
  • Possuem mais riscos do que um CDB de um banco grande, pois quem emite as letras de câmbio são financeiras que não são tão robustas e seguras quanto os grandes bancos;

letra de cambio

Você também poderá gostar...